Glaucoma é uma doença muita agressiva que afeta o nervo óptico e que leva a cegueira se não for tratada a tempo.

Apresenta-se de diversas maneiras, e em todas as fases da vida, sendo mais comum após os 40 anos e em afrodescendentes.

Um dos aspectos mais graves da doença, é que na maioria das vezes ela não apresenta sintomas. Quando a pessoa percebe que está enxergando mal, a doença pode já estar avançada. Devido a isso a isso, é necessário o acompanhamento com o oftalmologista para que possa ser detectada e tratada a tempo, a fim se evitar a perda irreversível da visão.

O oftalmologista dispõe de uma gama de exames para diagnósticos, a fim de detectar precocemente o glaucoma. Destes se destacam a campimetria computadorizada, paquimetria corneana, mapeamento de retina e a tomografia de coerência óptica (tomografia do nervo óptico)

O mais importante é a prevenção. Exames de rotina devem fazer parte da nossa rotina anual.