Os colírios são saudáveis ou prejudiciais? Ajudam ou podem contribuir para problemas a longo tempo? São várias as discussões que permeiam o assunto, mas um fator é importante: o colírio deve ser usado somente sob recomendação médica.

 

O uso indevido do colírio pode causar consequências graves

 

O compartilhamento do colírio não é aconselhado. Mesmo com receitas médicas iguais, cada corpo reage de uma forma e para fazer uso do colírio, muitas pessoas encostam o tubo do produto nos arredores dos olhos e contaminam o remédio, podendo passar a infecção de um para o outro.

 

Outro fator importante a ser esclarecido nesse tópico, é o uso do colírio sem uma consulta médica, o que leva o paciente a usar produtos não recomendados para o seu caso ou seu sistema imunológico, o que pode gerar doenças mais graves.

 

Algumas informações a respeito dos colírios:

 

  • No tratamento do glaucoma os pacientes devem pingar o colírio algumas vezes por dia, de acordo com a recomendação médica, e caso o uso seja excedido ao recomendado, o quadro clínico pode piorar ao invés de melhorar;
  • O mau uso do colírio e também a automedicação por colírios indevidos, pode causar o surgimento de outras doenças que dependem de tratamentos mais complexos;
  • O colírio é chamado de medicamento de uso tópico, ou seja, aplicado diretamente no local e que reage instantaneamente, diferente de um comprimido que é engolido e fará efeito depois de absorvido pela corrente sanguínea;
  • O tratamento de doenças oculares através do colírio é bastante eficaz e promissor, dependendo do bom uso e do cumprimento dos avisos médicos;
  • O uso recomendado é sempre de uma gota por vez. Para tratamentos específicos ou dúvidas, o correto é sempre consultar seu médico;
  • Se possível, deite-se sempre que for aplicar a gota, ou recoste-se numa cadeira com a cabeça bem para trás;
  • Se for necessário o uso de mais de um colírio, aguarde 15 minutos entre uma aplicação e outra.

 

Parece inofensivo pingar apenas uma gota, mas o uso do colírio é um tratamento sério e que deve ser feito com atenção. Siga as dicas deste post e tire dúvidas com seu médico: cuidar dos olhos é assunto sério.