O que é catarata?

 

Catarata é quando o cristalino, uma espécie de lente localizada dentro dos olhos, perde sua transparência e consequentemente vai turvando a visão. Ocorre uma opacidade no cristalino e a pessoa passa a ter uma visão nublada, como tivesse usando um óculos embaçado.

 

Catarata pode dar cegueira?

 

Sim. Uma vez que o cristalino vá gerando turvação, esta será cada vez maior. Assim, nas fases finais, pode haver perda total de visão, lamentavelmente. A maioria das cataratas se desenvolvem lentamente, sem atrapalhar a visão no início, mas se o paciente não tratar, a situação vai se complicando até chegar na cegueira.

 

Quais os sinais de desenvolvimento de catarata?

 

Astenopia (fadiga visual), glare (dispersão periférica de visão), turvação visual, perda de noção de cores, perda da acuidade visual, principalmente para distância, dentre outros.

 

Como fazer o diagnóstico de catarata?

 

O oftalmologista está apto ao diagnóstico, que é facilmente realizado em exames de rotina.

 

Qual a cura da catarata?

 

A remoção do cristalino doente e a sua substituição por um novo é a cura da catarata. O procedimento é realizado somente com anestesia tópica ou local, portanto, praticamente sem riscos para o paciente. Não é realizado nenhum corte, apenas uma micro-incisão de 1,75 mm, com tempo cirúrgico médio estimado de 10 minutos. Após poucos minutos em observação, o paciente recebe alta. O acompanhamento é ambulatorial.

 

Quais os riscos que podem causar catarata?

 

  • Diabetes;
  • Idade;
  • Alto consumo de álcool regularmente;
  • Exposição em excesso à luz solar;
  • Exposição a tipos de radiação;
  • Histórico familiar;
  • Pressão alta;
  • Obesidade;
  • Lesões na face e/ou nos olhos;
  • Tabagismo;
  • Entre outros.