Ambliopia significa baixa visão e geralmente não pode ser corrigida apenas com uso de óculos, como acontece popularmente com a perda de graus. A causa deste problema não está ligada diretamente aos olhos, mas sim à parte do cérebro que faz enxergar.

 

A doença também é chamada de “olho preguiçoso” e atinge de 1% a 2% da população. A ambliopia é um problema sério e que, infelizmente, passa despercebido dos pais durante a infância das crianças, por isso a importância do exame de vista desde cedo. Caso diagnosticado até os 8 anos de idade, a ambliopia pode ser revertida.

 

Ambliopia – o que causa e os tipos

 

Estrábica – Apenas um dos olhos é usado, geralmente o que está alinhado corretamente. O olho desviado tende a não desenvolver, porque o cérebro entende que se ele usar esse olho, a pessoa terá visão dupla.

 

Refracional – No caso da ambliopia refracional, um ou os dois olhos tem uma imagem borrada, um erro de grau, não percebido e não tratado com antecedência, fazendo com que os olhos não desenvolvam capacidade de enxergar.

 

Ambliopia por privação – qualquer obstáculo ao formador da imagem até a retina, por exemplo, hemangiomas, ptose palpebral e catarata congênita.

 

Existem tratamentos para ambliopia?

Sim, por isso esclarecemos a importância de fazer exames oftalmológicos de rotina nas crianças, por pelo menos até os 8 anos de idade. Dessa forma, se algo for descoberto, poderá ser resolvido.